Rinite alérgica, asma, sinusite, bronquite... Não se deixe abater!

No frio, a baixa umidade do ar, as mudanças bruscas de temperatura e o aumento da poluição do ar são os principais motivos de preocupação, especialmente para quem já tem doenças respiratórias crônicas.

A época também provoca queda da imunidade das pessoas, tornando-as mais predispostas a desenvolver problemas respiratórios.

Essas doenças têm uma maior manifestação durante o inverno. Fatores como baixa umidade, resfriamento do ar, o contato com ácaros de roupas guardadas acabam gerando crises.

Ambientes fechados e ventilação reduzida facilitam a transmissão dos agentes como o vírus, que fica suspenso no ar até 24 horas, e os bacilos até 48 horas.

Mais de 90% das infecções respiratórias agudas são causadas por vírus e bactérias. As reações alérgicas (rinite, por exemplo) são causadas, em sua grande maioria, pelos ácaros – micro-organismos encontrados na poeira. A asma, doença genética, não tem cura, mas sim controle.

Veja aqui algumas dicas para prevenir doenças respiratórias:

  • Sempre deixar o ambiente ventilado
  • Lavar as mãos com frequência durante o dia
  • Manter-se hidratado
  • Etiqueta da tosse (tossir no punho e no dorso)
  • Evitar o contato de crianças sadias com pessoas com infecção respiratória;
  • Evitar o acúmulo de poeira em casa;
  • Lavar e secar ao sol mantas, cobertores e blusas de lã guardadas por muito tempo
Quando o assunto é saúde, o melhor é não ficar na mão. Conheço o plano que cuida da saúde de sua família a partir de R$19,90 por mês. Consultas agendadas por telefone, com uma ampla rede de médicos e dentistas em Florianópolis, Joinville e cidades próximas:
Rinite alérgica, asma, sinusite, bronquite… Não se deixe abater!

Comentários

Classificado como: