blog-027

Durante a gestação, o bebê fica protegido na barriga da mãe, livre das ameaças exteriores. Após o nascimento é muito comum o medo em função da fragilidade que a criança aparenta, mas é possível viver essa fase, tomando cuidados muito simples.

Visitar o recém-nascido não precisa ser algo totalmente proibido, mas é preciso que haja uma boa folga para que a mãe possa interagir adequadamente com a criança além de descansar e se recuperar do parto sem que haja stress. Cada mãe tem seu tempo e o diálogo e o respeito são muito importantes.

Pegar o bebê no colo nos primeiros dias não é a situação ideal. Como evitar isso em alguns casos é difícil, é importante que se faça com as mãos bem limpas e que se tenha extrema cautela com as doenças infecciosas, mesmo se tratando de um simples resfriado.

Sair com um recém-nascido deve ser evitado quanto houver aglomerações como shopping, eventos e supermercados. Um bom clima também é importante, pois o sistema imunológico de um bebê ainda é frágil. O primeiro esquema de vacinação costuma estar completo apenas em torno do sexto mês de vida, por isso vale a cautela.

O contato com outras crianças é recomendado, desde que se evite pegar ou tocar o bebê. Não há um consenso exato entre os especialistas no assunto, mas o ideal é que não se frequente creches e escolas até os dois anos de vida, momento em que as defesas do organismo já são maiores.

Muitas outras dúvidas acabam surgindo e com certeza um pediatra de confiança poderá lhe ajudar nessa importante fase. O Instituto Catarinense Mais Saúde oferece acesso aos melhores profissionais de Joinville e região a partir de R$19,90 a mês. Confira.

Quero conhecer

Recém-nascidos: dicas para os primeiros dias

Comentários

Classificado como: