O calor e os cuidados com a insolação em crianças:

No verão esse é um mal bastante comum, o que traz a necessidade de atenção por parte dos pais para que momentos de lazer e descontração não se transformem em chances de risco a saúde dos pequenos.

O quadro de insolação é caracterizado quando a temperatura corporal atinge temperaturas próximas ou além de 39,5°C, mas sem origem febril, como em casos de infecção por exemplo. Para se identificar um caso de insolação, há alguns sintomas associados que devem ser observados: sensação de calafrio, pele avermelhada e desidratação.

Para que se evite sustos em função da insolação, os cuidados são muito simples:

– Tome cuidado com a exposição exagerada ao sol. Para começar, as crianças têm um nível de sensibilidade muito maior as altas temperaturas. O uso de bloqueadores solares tende a retardar a transpiração, aumentando a necessidade constante de banhos frescos.

– Busque manter as crianças sempre hidratadas e em local arejado. Durante o momento em que as crianças brincam, é fundamental evitar a exposição direta ao sol, sem esquecer de incentivar o consumo de água e sucos naturais para repor o líquido perdido.

– Atenção ao escolher as roupas em dias quentes: excesso de roupa, tecidos pesados como o jeans ou até mesmo o uso de cores escuras devem ser evitados.

Em um quadro onde haja suspeita de insolação, as primeiras medidas são a hidratação imediata e o repouso. Se a criança estiver muito apática, evite a automedicação e procure um médico imediatamente, pois a desidratação e a alta temperatura corporal são condições de grande risco.

Não fique na mão quando precisar de auxílio médico e odontológico: O Instituto Catarinense Mais Saúde oferece acesso aos melhores profissionais de Joinville e região a partir de R$19,90 ao mês. Conheça agora mesmo:

Quero conhecer

O calor e os cuidados com a insolação em crianças:

Comentários

Classificado como: