Curtição x DST’s. Uma epidemia em curso:

Recentemente o Governo Federal constatou aquilo que os médicos vem acompanhando diariamente nos consultórios: a sífilis está se tornando uma epidemia. Na carona também ocorrem as infecções por outras doenças como clamídia e gonorreia.

Os números só crescem. As gestantes por exemplo tiveram a taxa de infecção por sífilis aumentada em mais de 200% desde 2010. A doença simplesmente explodiu nos últimos três anos, afetando adultos inclusive bebês em gestação, chegando a casa das dezenas de milhares de casos diagnosticados. A penicilina, usada no tratamento, apresenta-se escassa no mercado. É barata, por esse motivo os laboratórios não têm interesse em produzir, complicando a situação.

Em um primeiro momento, é uma doença silenciosa, manifestando-se com pequenas feridas indolores nos órgãos genitais e anus. Meses depois, se não tratada, surgem manchas pelo corpo, principalmente na sola dos pés e interior das mãos. Já na primeira etapa dos sintomas o vírus pode ser retransmitido para outras pessoas.

Em quadros mais avançados e não tratados, meses ou até anos depois pode provocar lesões ósseas, cardíacas e neurológicas, causando paraplegia, cegueira, demência e até a morte. As piores vítimas são os bebês recém-nascidos que foram contaminados durante a gestação, que podem ter danos semelhantes aos do Zika vírus. Sofrem com má-formação, surdez, deficiência mental. É comum o relato de mães que sofrem aborto espontâneo durante a infecção.

Os especialistas mencionam que o descaso com o perigo vem da perca do medo dos jovens de doenças como a AIDS. A vinte anos atrás o contágio era visto como uma sentença de morte, enquanto hoje os coquetéis dão a falsa segurança. Somado aos relacionamentos sem compromisso, as festas, ao sexo fácil via Tinder, Grindr (e outros), temos uma situação que requer muito cuidado.

Não corra riscos desnecessários: faça exames de rotina, dê preferência para o sexo protegido, tenha cautela na escolha dos parceiros sexuais e em caso de qualquer suspeita ou até mesmo de exposição ao contágio, procure auxílio médico. Toda doença identificada e tratada logo no início se torna muito mais fácil e rápida de tratar.

O Instituto Catarinense Mais Saúde oferece acesso aos melhores profissionais de saúde em Joinville, Florianópolis e cidades vizinhas, em planos a partir de R$19,90 mensais! Conheça agora mesmo, sem compromisso:

Quero conhecer

Curtição sem limites: uma epidemia em curso

Comentários

Classificado como: